Decisões de Projeto

Depois de ver a evolução de um projeto de que estou envolvido, tanto em aspectos teóricos quantos práticos, peguei-me questionando-me: ‘Qual é a melhor decisão de projeto?’ Misteriosamente (talvez pelo me problema de hiperatividade) milhões de coisas passam pela minha mente a cada instante, isso não é o problema, o problema é que tento tornar cada pensamento significativo e relacionado com as experiências por mim vividas. Tem uma expressão de Walt Disney que não sai de minha mente: ‘Se você pode pensar você pode fazer!’ outra de outro autor (não me lembro no momento): ‘Você tem o tamanho dos seus sonhos!’. De alguma maneira tento relacionar essas duas expressões, e a maneira mais natural que encontrei foi relacionar pensamento com sonhos. Desta forma, você tem o tamanho dos seus sonhos e você pode fazê-los. Eu sonho com coisas, por exemplo: em fazer minha armadura de ferro, em criar um mecanismo igual do filme Matrix para aprender o que quero num estala de dedos (lembro-me da Trinity falando: ‘Operador, preciso de um programa para pilotar o helicóptero X’ ou do Neo depois de 10 horas conectado: ‘Eu sei kung-fu’ e já tinha aprendido muitas outras coisas), ou tonar meus ossos como aço e conseguir uma regeneração quase instantânea (você se lembra de algo, xD rsrsr), o mais ousado dos pensamentos que tenho é andar na velocidade da luz. Será possível? Mas eu consigo pensar?! Será que posso fazer? Será que estou divagando pelo mundo dos pensamentos? O que isso tem haver com o título do post? Tem haver no sentido de que essas coisas são resultados, não simplesmente resultados de projetos, mas de projetos ousados! E como conseguir isso? Já que como Deus eu não consigo falar e as coisas acontecerem? Já que estou limitado pelo espaço e tempo? É difícil a questão, mas eu tento levar minha vida como um projeto, onde cada ação tem uma ou mais reações, e assim como o exemplo acima, vou tentando relacionar as coisas, e torna-las significativas, na esperança de um dia conseguir realizar alguns de meus sonhos. Mas mesmo que não consiga ver no nível máximo, cada evolução é um prémio, e poder ver que as coisas estão fluindo, é muito legal. Cara, mas e a decisão de projeto? A sim é mesmo! Estou aprendendo a modularizar, e criar objetos aparentemente independentes e a relacioná-los, só que para entender isso que estou querendo dizer você tem que ser louco, e não é pouco, mas muito louco; entender os conceitos de indução, dedução, generalização; ler muita filosofia (li Sócrates, Descartes, Leibniz, Newton, Einstein e muitos outros); e começar a brincar com os pensamentos.

Acho que viajei demais agora né, mas fazer o que, sou louco mesmo!

Sucesso, e tente sempre refletir se seu projeto está progredindo, e ficará feliz como eu e começará a viajar, mesmo que inconscientemente, pois pode ser que diferente de mim, você não seja tão louco de ficar falando essas loucuras.

xD rsrsr

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>